Zaask, o site que promete dar trabalho aos desempregados portugueses

    Compartilhe
    avatar
    Don.C
    Admin
    Admin

    Mensagens Mensagens : 154
    Agradecimentos Agradecimentos : 0
    Idade Idade : 25
    Localidade Localidade : Aveiro
    12042012

    Zaask, o site que promete dar trabalho aos desempregados portugueses

    Mensagem por Don.C

    Precisa de um motorista, de um mecânico ou apenas de alguém que lhe faça as compras no supermercado? Seja um asker e procure um tasker no site Zaask.




    Luís Pedro Martins e Saurabh Khanna não conhecem o mundo inteiro, mas sabem que a humanidade é composta por askers e taskers: no primeiro grupo encontram-se todas as pessoas que precisam que alguém as ajude a executar uma tarefa complexa ou aborrecida; o segundo grupo é composto por todas as pessoas que podem executar uma tarefa a troco de uma compensação monetária.

    E foi com base nestes dois perfis que os dois jovens lançaram mãos à obra para desenvolver uma ferramenta capaz de funcionar como o caminho mais direto de um asker chegar a um ou mais taskers.

    Deste trabalho, resultou a plataforma Zaask. «Vamos arrancar quando conseguirmos ter 500 taskers registados na plataforma. Em três dias conseguimos 50. Com este ritmo, acredito que podemos lançar o Zaask no final de abril. Com 500 taskers registados, passamos a ser considerados uma marca gigante na área da prestação de serviços», explica Luís Pedro Martins.

    O Zaask não exige qualquer custo de registo a askers ou taskers. Quem precisa de alguém para lhe resolver um problema apenas tem de colocar a proposta na plataforma. Posteriormente essa mesma pessoa deverá receber uma ou mais respostas e orçamentos de taskers. A partir da análise destas respostas, o asker poderá escolher o serviço que considerar mais adequado. O pagamento do serviço deverá ser feito pelo asker num máximo de três dias depois de o tasker ter indicado na plataforma que o trabalho foi realizado. Por cada tarefa concluída, o Zaask cobra ao tasker entre 5% e 20% da transação (quanto mais alto for o valor do serviço, mais baixa a percentagem cobrada).

    Os askers podem pontuar e deixar comentários sobre os taskers, que por sua vez são incentivados a fornecer o máximo de informação sobre os serviços que prestam. Tanto os askers como os taskers são banidos da plataforma caso não cumpram com o prometido.

    «Parte do nosso budget vai ter de ser direcionada para os casos que correm menos bem. O nosso maior desafio é superar o receio das pessoas… mas esse receio não será muito diferente daquele que uma pessoa sente hoje quando contrata um canalizador na Net. Sendo que nós temos a vantagem de selecionar os taskers», explica Luís Pedro Martins.

    O poder das multidões

    Os dois jovens empresários, que se conheceram no Lisbon MBA, preveem que 70% dos taskers registados no Zaask.com sejam desempregados, que podem garantir assim algum dinheiro extra. O projeto vai arrancar na Net, mas pretende estender-se aos telemóveis sob a forma de apps, que permitem ver na hora as respostas de taskers a uma proposta de trabalho. Em contrapartida, os taskers poderão ver na Net as diferentes propostas de trabalho e receberem notificações por SMS sobre a aceitação de diferentes propostas de trabalho.

    Luís Pedro Martins e Saurabh Khanna, dois jovens empresários que se conheceram no Lisbon MBA, pretendem levar o conceito para toda a Europa, mas nos próximos tempos vão focar-se em Portugal e em especial na área metropolitana de Lisboa.

    Luís Pedro Martins converte em números as suas expectativas quanto a este projeto inspirado nos vários exemplos de sucesso que tiram partido das multidões que circulam na Internet: «Este é um negócio muito local. Já ficamos contentes se chegarmos a uma média de cinco a 10 tarefas diárias em Lisboa até final de 2012. Significa que podemos chegar facilmente a 150 tarefas diárias durante os primeiros seis meses de atividade na Europa … e a 2000 passado um ano».


    Saurabh Khanna e Luís Pedro Martins: os fundadores do Zaask
    Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

    Nenhum comentário.


      Data/hora atual: Ter Dez 11, 2018 12:30 pm